Você não é uma pessoa única

By campodegelo

Na minha frente uma superfície lisa e reluzente.
Muitas vezes suja e embaçada, mas ainda assim a refletir uma imagem.
A minha imagem.
Perante o espelho me vejo, mas nem sempre me enxergo.
Talvez não precise disso.
Já tenho uma concepção de quem sou, mesmo que muitas vezes faltem palavras para me descrever.

Sou uma pessoa. Um ser humano. De carne e osso.
Com pensamentos e ideologias em constante transformação.
Fisicamente único, indivisível.
A minha impressão digital é única, só pertence a mim.
O meu DNA é exclusivo.
Porém a minha imagem é infinita.

O que sou, ou melhor dizendo o que penso que sou é apenas uma das facetas.
Como você me interpreta e projeta o meu ser, provavelmente será diferente.
Seria como se distintas versões de mim mesmo existissem, cada uma na mente de uma pessoa que cruzou o meu caminho.
Cada um que conheci, tive um relacionamento, ou troquei olhares na rua, criou um modelo da minha personalidade.
Versões que podem ter algo em comum, mas que definitivamente não são idênticas.

A projeção do meu Eu não é a mesma para a minha mãe, para o meu pai, para a minha irmã, para meu amor de infância, para cada um dos meus amigos, para meus seguidores, para meus vizinhos, para meus colegas de trabalho, para qualquer pessoa com quem já interagi.
É como se várias cópias de mim existissem no imaginário para representar um único físico, indivisível e único.

Nesta ficção científica qual seria a melhor forma de todas?
Talvez a que minha mãe tem na sua caixola. Quiçá a da pessoa que se apaixonou por mim. Com certeza não é a variante do cidadão com quem discuti ou decepcionei.

Nessa imaginação de inúmeros Eus, as faixas etárias também divergem, junto com os temperamentos.
A minha professora do maternal talvez ainda tenha a variação criança bagunceira armazenada.
O antigo dono do bar na frente da universidade talvez ainda guarde o meu ser boêmio.
Pode ser que o colega da escola ainda se lembre daquela pessoa que passava cola nas provas.

O nível de interpretação é diferente. As situações de encontro são distintas. A profundidade e força do relacionamento também altera essa imagem. Os parâmetros não são os mesmos, portanto o resultado não pode seguir a mesma linha.

Impossível eu determinar todos os meus Eus, mas tenho a certeza de que se uni-los em um só, não será a versão que tenho de mim mesmo.
Lutarei para que cada uma delas melhore, principalmente a que estou vendo no espelho, pois ela é o reflexo para todas as outras.

4 thoughts on “Você não é uma pessoa única

  • Lays maio 17, 2019 at 22:22 Reply

    Somos estes muitos e múltiplos “Eus”; para mim você é o ex-Tomate tímido que ainda não era fruto no colégio, era semente. Cresceu e desabrochou e anda inspirando uma pá de outros Eus por aí.

    • Karla Pontes maio 18, 2019 at 17:14 Reply

      Muito bacana o texto!
      Entender que somos únicos e muitos é fundamental!😘😘😘

  • Valéria maio 17, 2019 at 22:28 Reply

    Que bom que segue escrevendo, e compartilhando e permitindo que mais e mais pessoas criem impressões sobre vc….

  • Tamires Pitanga maio 18, 2019 at 18:27 Reply

    Sempre pensei isso… Às vezes nem consigo concluir quem eu sou mesmo, dadas as tantas versões que assumimos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *