Nigéria e sua Sonoridade

By Tomate

Um belo dia resolvi descobrir novos ritmos musicais. Fiz uma pesquisa rápida no Google e me deparei com um estilo chamado Afrobeat, e que batida foi essa.
Oriunda do país de maior população no continente africano, a mistura de saxofones, guitarras, baterias e outros instrumentos foi um orgasmo nos meus ouvidos.
Não obstante esse ritmo que mistura a música yorubá com funk e percurssões africanas, eu decidi que dedicaria minha audição a novas experiências.
Do mestre Fela Kuti, pai do Afrobeat, passando pelo afro-pop, com cantoras marcando presença com Beyoncé e outras, eu convido todas e todos a desbravar os horizontes musicas nigerianos.

Fela Kuti

Genero musical: Afrobeat 
Fela Anikulapo-Kuti, ou simplesmente Fela Kuti.
Muito mais que um músico e ativista, ele é conhecido por ser o pai do Afrobeat, ritmo que mistura freneticamente o Blues, Jazz, Funk e a música tradicional Yoruba.
Canções potentes que através do seu saxofone, vocais, teclados, trompetes e bateria clamavam por mudanças sociais.
Uma lenda!

 Aṣa

Genero musical: Pop / Jazz/ Indie Pop / Rapper
Aṣa

Nascida em Paris de pais nigerianos, não sei se poderia colocá-la nessa lista, mas não consegui ligar para ela e perguntar se ela se considera nigeriana ou não.
Com influências variando de Aretha Franklin, Marvin Gaye, Nina Simone, Diana Ross e outros, depois de ouvi-la preferi por incluí-la por aqui.

Ayọ

Genero musical: Folk / Soul / Reggae

Ayọ significa “prazer”, em Yorubá.

Nascida na Alemanha, fruto da união de pai nigeriano e mãe alemã, Ayọ foi ainda pequena para a Nigéria. Quando ela tinha apenas seis anos sua mãe foi presa por porte de heroína e passou algum tempo na cadeia. Após o divórcio de seus pais, ela e dois de seus irmãos ficaram um tempo com famílias adotivas. Aos 15 escreveu sua primeira canção, que era sobre sua mãe, e como ela lidou com sua traumática infância.
Com gostos influenciados por Pink Floyd, Fela Kuti, Bob Marley, entre outros.

 Femi Kuti

Genero musical: Afrobeat / Jazz
femi kuti

Filho mais velho de Fela, Femi Kuti é um cantor, saxofonista, trompetista, tecladista, militante político e ativista dos direitos das mulheres e tradicional aristocracia. 
Participou de turnês de bandas de renome internacional como Jane’s Addiction e Red Hot Chili Peppers.

 King Sunny Adé

Genero musical: Jùjú

Um dos primeiros artistas a ganhar notoriedade fora do continente Africano, King Sunny Adé se tornou uma estrela internacional e um dos músicos mais influentes de todos tempos. Conhecido pela sua irreverência, muitas vezes referenciado como o Mick Jagger africano, King Sunny Adé é um músico do estilo jùjú, que derivado da tradicional música Yoruba de percussão, ganhou o país a partir da década de 1920.

 NNEKA

Genero musical: Hip-Hop / Soul
nnekaNneka é mais uma mistura entre a Nigéria e a Alemanha, que mistura rap com hip-hop, dub, soul, reggae e afrobeat. Como ela diz: “não existe uma gaveta para o meu estilo musical, eu faço o que eu quero”.

 Seun Kuti

Genero musical: Afrobeat
 Filho mais novo de Fela Kuti, Seun Kuti lidera a antiga banda de seu pai, a Egypt 80. Banda que junto com Carlos Santana gravou recentemente o álbum Black Times.

Parece que a genética é forte nessa família.

Simi

Gênero musical: Afro-pop / Soul
simi

Uma carreira inicialmente gospel, mas que rumou ao Soul, vencendo premiações alternativas, e sendo uma das mais tocadas na África Ocidental. Mesclando músicas em inglês pidgin e Yoruba.

Orlando Owoh

Gênero musical: Highlife
orlando owoh

Carpinteiro, cantor e compositor, Dr. Orlando Owoh conseguiu manter seu prestígio mesmo com a mudança e aperfeiçoamento de certos ritmos. Representando do gênero highlife, oriundo de Gana e que mistura elementos e estruturas tradicionais com guitarras e instrumentos ocidentais.

Tiwa Savage

Gênero musical: Afro-pop
tiwa savage

Expoente do afro-pop, Tiwa Savage também está presente em um álbum de Beyoncé, e canta em inglês, pidgin e yorubá. 
Envolvida também em projetos de empoderamento para jovens e pessoas diagnosticadas com câncer de mama, arrecadando milhões para escolas nigerianas.

Tony Allen

Genero musical: Afrobeat
tonny allenPhoto by Ennio Leanza

Baterista e compositor nigeriano, Tony Allen foi instrumentista e  diretor musical da banda de Fela Kuti, que afirmou: “sem Tony Allen, não haveria Afrobeat”.
Mais recentemente, antes de falecer em abril de 2020, gravou com a banda Gorillaz.
“Talvez o maior baterista que já viveu”, nas palavras de alguns especialistas.

Yemi Alade

Gênero musical: Afro-pop
yemi Alade

Yemi Alade é uma cantora, compositora, atriz e ativista nigeriana.
A primeira mulher Africana a atingir a marca de 1 milhão de inscritos no YouTube, tendo participado de gravações com Beyoncé e performances com outras famosas internacionalmente.

Como disse Carol Ussier, no blog Carolando No Mundo: Fãs de Beyoncé e Anitta, conheçam essa mulher pelo amor da deusa!

 

 

 

 

Fontes

This entry was posted in África, Audio, Dicas Culturais

One thought on “Nigéria e sua Sonoridade

  • Leomaruques setembro 19, 2020 at 12:56 Reply

    Curti demais a ideia. Eu tava justamente buscando novos sons esses dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *